Redes Sociais
  Home - Notícias - Newsletters

Newsletters

Imóveis globais e os efeitos da pandemia do novo Coronavírus


Imóveis globais e os efeitos da pandemia do novo Coronavírus

 

É possível fazer um balanço do impacto da pandemia no setor imobiliário global?

A pandemia de Covid-19 é um fenômeno verdadeiramente global, e o nível de incerteza na economia está atualmente em alta, com trajetórias de recuperação difíceis de prever. Cada país tomou medidas importantes para tentar aliviar as consequências sobre seu povo e suas finanças durante este período difícil. Proprietários e operadores imobiliários em quase todas as classes de ativos estão considerando vários potenciais efeitos a longo prazo após o surto do novo Coronavírus, que acelerou algumas tendências já em evidência.  

Quais tendências?

Por exemplo, dentro dos espaços de escritórios comerciais, a tendência de vários anos de adensamento e layouts de plano aberto pode ser revertida drasticamente. As autoridades de saúde pública podem alterar, cada vez mais, os códigos de construção para limitar o risco de futuras pandemias, potencialmente afetando padrões para sistemas de HVAC, metragem quadrada por pessoa e quantidade de espaço fechado.

Outros ativos imobiliários, como imóveis de hospitalidade e arrendamentos de curto prazo, também podem ser afetados. Mesmo uma pequena moratória nas viagens de negócios pode ter um impacto duradouro quando alternativas como videoconferências se mostram suficientes ou até preferíveis.

De que forma os capítulos locais da FIABCI podem contribuir para a recuperação do setor?

Associações imobiliárias internacionais, como a FIABCI, desempenham um papel importante no apoio às medidas governamentais para promover recuperação frente ao impacto econômico da crise de Covid-19, através de seus capítulos em todo o mundo.

Com os desafios colocados pela pandemia ao setor imobiliário, apelei aos membros da FIABCI para que permaneçam positivos. É necessário colaborar com órgãos governamentais para aproveitar o status consultivo especial da FIABCI no Conselho Econômico e Social (ECOSOC) das Nações Unidas, dedicado ao desenvolvimento sustentável, fornecendo orientação e coordenação global, que podem resultar no aumento de possíveis projetos de PPP (Parceria Público-Privada).

Isso pode ser estabelecido com as negociações em andamento para ampliar a cooperação entre a FIABCI e a ONU-Habitat à implementação da Iniciativa de Prosperidade da Cidade – Índice de Percepções (CPI-PI), uma ferramenta online para captar a percepção das pessoas a respeito do progresso de sua cidade no processo de tornar-se mais inclusiva, segura, resiliente e sustentável.


 



Retornar
FIABCI-BRASIL - Rua Dr. Bacelar, 1.043 - Mezanino - Vila Mariana - CEP: 04026-002 - São Paulo / SP