Redes Sociais
  Home - Notícias - Newsletters

Newsletters

Parcerias permitem projetos mais sustentáveis em resorts pelo mundo


Parcerias permitem projetos mais sustentáveis em resorts pelo mundo

 
Um dos receios em relação à abordagem da sustentabilidade é justamente provocar o esgotamento de um tema tão sensível aos mais diversos setores produtivos no Brasil e no mundo. Ser sustentável compreende, afinal, a definição de metodologias e estratégias que efetivamente gerem resultados, sem ficar somente “no discurso”.
 
De acordo com José Romeu Ferraz Neto, presidente da FIABCI-BRASIL, os resorts têm sido cada vez mais cobrados para apresentar suas estratégias e resultados obtidos a partir da adoção de práticas sustentáveis. “Atualmente, é inconcebível a ideia deste tipo específico de hotel em um formato que não privilegie a conservação do meio ambiente e das comunidades em seu entorno”, explica.
 
Um dos exemplos mais conhecidos internacionalmente é o resort The Brando, na Polinésia Francesa, que detém o certificado platina LEED, concedido pela United States Green Building Council. O empreendimento é 100% autossuficiente. Outro exemplo é o Bucuti & Tara Beach, localizado no Caribe, e chancelado pela Green Globe Certification. O impacto ambiental geral pelo resort foi reduzido de forma gradual, sem mudanças gigantescas.
 
José Romeu ressalta que é também através das parcerias com entes locais/especializados que os resorts obtêm êxito no fortalecimento e ampliação de projetos que, até então, geravam resultados concentrados – como, por exemplo, otimizar e reduzir o consumo de água, energia elétrica e alimentos, bem como destinar corretamente os resíduos orgânicos e não orgânicos produzidos.
 
“A junção das unidades hoteleiras instaladas em locais de natureza autêntica às associações e comunidades que atuam na proteção destes espaços permite o desenvolvimento de cursos, workshops e materiais exclusivos destinados aos próprios hóspedes. É uma forma de levar às pessoas que se hospedam no resort uma experiência sustentável completa, que dificilmente teriam em hotéis tradicionais de grandes metrópoles”, complementa.
 
É possível pensar também na criação de institutos voltados especificamente à sustentabilidade, dependendo, é claro, da estrutura e demanda de cada resort. Dessa forma, o empreendimento não perde seu foco, ao mesmo tempo em que permite a dedicação exclusiva de parte de sua força de trabalho a iniciativas ligadas ao meio ambiente.
 
Um exemplo é o ICT (Instituto Companheiros do Txai), criado pelo Txai Resorts, que desenvolve trabalhos de conscientização com a comunidade sobre a importância de conservar a biodiversidade, além de tratar assuntos que envolvam reciclagem, compostagem, tratamento de água e esgoto e preservação da diversidade biológica no local. O instituto ainda produz alimentos orgânicos que são consumidos pelo hotel e atua no atendimento às tartarugas, cuidando da reprodução dos animais marinhos e protegendo os filhotes no período de desova, que acontece todos os anos, entre os meses de setembro e março.
 
Os resorts devem atuar, ainda, na capacitação de seus colaboradores para que a “sustentabilidade” não fique apenas no discurso. “As mais simples práticas cotidianas podem impactar sensivelmente a imagem positiva dos resorts neste âmbito, já que os hóspedes estão cada vez mais conscientes do que é ou não sustentável”, comenta José Romeu.
 
Nas bastassem estes argumentos, a sustentabilidade pode atrair pessoas e recursos aos resorts. As grandes metrópoles ressentem-se mais e mais de espaços verdes e conservados. Crianças e até adolescentes crescem sem nunca terem tido contato, de fato, com o meio ambiente nacional e global.
 
Assim, a adoção de práticas sustentáveis em hotéis e resorts contempla também um aspecto educacional, extremamente importante e relevante ao que desejamos colher em breve. Aqueles que ficarem restritos ao discurso sustentável, sem colocar em prática o que tanto pregam, poderão ser cada vez mais esquecidos, no Brasil e no mundo.


Retornar
FIABCI-BRASIL - Rua Dr. Bacelar, 1.043 - Mezanino - Vila Mariana - CEP: 04026-002 - São Paulo / SP